Nuts #Parte 1

Artigo publicado originalmente em climbing.com por Julie Ellisson (tradução livre)

Na maioria das vezes quando as pessoas começam a fazer escalada tradicional, móveis se tornam seus melhores amigos. Eles são fáceis de se usar e se contraem para caberem numa variedade de fendas de diferentes tamanhos. Mas não subestime os benefícios dos Nuts. Sem nenhuma peça móvel (logo, uma “proteção passiva”), os Nuts são baratos, leves, robusto, e é fácil de analisar no olho onde é possível encaixa-los – muitos vão caber numa variedade de lugares devido ao fato de eles poderem ser posicionados nas quatro orientações diferentes. Adicione-se a isso o fato de que centenas de primeiras ascensões foram realizadas antes dos móveis sequer serem inventados. Aqui estão algumas dicas de como usar essas peças.

Um jogo típico de nuts consiste em 10 a 12 peças que iniciam bem pequenas – menos que .25″ e vão até 1.3″ para os em formato de cunha e até 3.5″ para os em formatos hexagonais. Esses são o “padrão” a se procurar quando estiver adquirindo seu equipo. Existem nuts muito menores, como os RPs e muito mais largos, como o hexagonais. Como os nuts são muito mais baratos que os moveis, é comum ter peças repetidas dos modelos pequenos para escalar vias intensas. Além do que é barato deixar um nut para trás se você precisar criar uma ancoragem pra rapel de emergência.

Se Equipando

Selecione um jogo de 10 a 12 nuts em dois mosquetões, organizados por tamanho, e clipe no loop do seu baudrier. Não caia na tentação de coloca-los todos em um único mosquetão – isso tornará mais difícil de encontrar a peça que você precisa, e se você deixar cair esse mosquetão, então você terá perdido todos os seus nuts.

Usando-os

Assim como em qualquer proteção móvel, usar nuts requer pratica. Trabalhe na técnica com seu pé no chão na base de uma via ou em um boulder, ou pratique a colocação dos móveis em um top rope. Procure vias de escalada tradicional tão frequentemente quanto lhe for possível. Isso o tornará um bom limpador de via e você verá como um escalador mais experiente coloca esse tipo de peças.

Princípios de uso dos móveis:

  1. Qualidade da Rocha: Certifique-se que a rocha é solida sem nenhum bloco solto ou lacas que possam facilmente cair sobre tensão. A colocação de um Nut é tão boa quanto a rocha onde ela esta.
  2. Direção da queda: Coloque o Nut de forma que o cabo fique direcionado para onde ele será puxado caso você venha a cair. Isso dependerá de quão acima da peça você estará se cair, mas geralmente você pode posicionar o nut de forma que a tensão da queda será na maioria das vezes para baixo e um pouco para fora.
  3. Constrição: Basicamente os Nuts e os Hexagonais trabalham fixando-se em rachaduras cônicas. Procure uma fenda que aumenta com a altura: entale a peça na parte larga e direcione-a para a parte menos larga da fenda – essa constrição vai segurar a peça no lugar. Evite colocações em lacas ou rochas que tendem a “respirar” para fora ou lateralmente. Cuidado com colocações em fendas que se abrem logo abaixo ou lateralmente pois se as peças se torcerem levemente podem sair totalmente das colocações.
  4. Superfície de Contato: Quanto mais melhor. O nut deve ficar totalmente entalado na fenda.
  5. Equipe: Uma vez que a colocação lhe deixou satisfeito, deixe-o no lugar e clipe uma costura ou uma fita longa com mosquetão e dê uma pressão no nut para certificar-se que ele não vai sair (puxar muito forte em um nut que pode eventualmente sair pode lhe tirar o equilíbrio e causar queda).
  6. Estenda-a: A medida que você escala a tensão da corda pode puxar o cabo pra fora, possivelmente arrancando o nut da sua colocação. Para minimizar os riscos, sempre clipe uma costura ou uma fita longa para clipar a corda.

Limpando

Observe como o nut foi colocado na posição em que se encontra, e então remova-o no sentido oposto.  Você provavelmente será capaz de retirar o nut com uma puxada gentil para cima e para fora, caso contrário mecha no cabo para tentar retira-lo. Se ainda assim estiver preso então use o saca nut. Evite ficar puxando nos cabos para cima, ou você corre o risco de danificar os cabos. Se um nut parecer realmente preso, lembre-se eles são baratos. Não arrisque a sua segurança tentando retira-lo.

Técnicas Avançadas

Fendas horizontais: Algumas vezes você pode colocar um Nut em fissuras horizontais ao encaixa-los na fenda e move-lo horizontalmente até obter a constrição da peça na fenda. No entanto uma colocação de nut só funcionará em uma direção (assim como em fendas verticais ele só te protegerá para puxões para baixo). Você ainda pode usar um nut que só funcionará na horizontal ao colocar outro nut em “oposição”.

Funcionamento do Móvel

Hexs as vezes podem ser colocados em paralelo em fendas horizontais, como um móvel, ao orienta-lo de forma que o cabo ou a fita puxa para cima e para fora da fenda. Se o cabo sofrer carga/pressão, ele irá mover os lados do hex contra a rocha e irá segurar a peça no lugar.

Ache boas colocações de forma que os cabos dos dois nuts estejam orientados um contra o outro, em outras palavras, eles irão segurar as puxadas em quaisquer direções. Agora conecte os dois nuts com uma fita: passe uma fita em um dos nuts então pegue a outra ponta da fita com um mosquetão e clipe no outro nut. Clipe um mosquetão ou uma costura no final da fita puxe até dar tensão na corda e certifique-se que os nuts permanecem no mesmo lugar, então clipe a corda.

Passando-os: Os cabos finos dos nuts podem ser colocados onde nenhuma outra fita se encaixaria. Passe o lado da clipada do cabo do nut através da fenda e então clipe uma costura nos dois nuts para uma proteção.

Acumulando-os: Digamos que você ficou sem nenhuma peça móvel e esta cheio de nuts, e você precisa desesperadamente de uma proteção para  último move da via. Em alguns casos, pode ser viável entalar dois nuts pequenos ao colocar um nut de cabeça para baixo e outro normal entre o outro nut e a rocha. Dê uma pressão para que as duas peças fiquem bem fixas e conecte os dois nuts por uma fita de forma que você não perca as peças caso elas saiam do lugar. Normalmente não funciona bem porque sua colocação é um pouco complicado, mas quando funciona pode salvar uma vida.

Não se esqueça

  1. Preste atenção no formato: Alguns nuts são curvos, então um lado é concavo e o outro é convexo. Você vai querer que o nut se encaixe perfeitamente no formato da rocha, envolvendo em torno de curvas ou irregularidades na rocha. às vezes você pode simplesmente girar a peça para uma melhor colocação.
  2. Considere todas as opções: Nuts podem ser colocados lateralmente na fenda – lado mais largo virado para fora, lados estreitos contra a rocha – o que lhe dá mais opções quando você está ficando sem equipamentos. No entanto, esse tipo de colocação podem ser menos estáveis que as colocações “normais”.  os Hexes tem mais opções de colocações – Continue experimentando para achar uma colocação ideal. Nuts só protegem para forças de quedas.
  3. Se há possibilidade de puxões pra cima ou puxões fortes laterais, considere usar um móvel (camalot, friend…), que protegem para forças em quaisquer direções. No inicio de uma cordada, sempre coloque uma peça a “prova de bomba” que vá resistir a puxões fortes tanto para fora como para cima. Isso ira prevenir que a corda retire os móveis quando sob tensão.
  4. Peças pequenas podem atrapalhar. Pode levar mais tempo para colocar um nut do que um móvel, porque você pode precisar tentar várias peças até achar o tamanho certo. Obtenha um bom posicionamento antes de colocar a peça.

Nota.: Nós do Escalada Nordeste sugerimos que procure um clube ou associação próximo a você para aprender com pessoas experientes ou através de cursos específicos.